Como ter tempo pra si



No mês passado, a coach Tayná da Rocha Leite deu dicas ótimas sobre como gerenciar o tempo e organizar suas prioridades para um 2017 incrível. Hoje, a conversa com a coach é sobre a sua prioridade número um: você mesmo. “Quem não tem tempo para si, uma hora acaba estourando e sofrendo as consequências de se deixar de lado”, alerta a profissional.

A dica de Tayná é sempre ter em mente que cuidar de si próprio é fundamental para evitar problemas mais para a frente. “Cuidar da saúde física, mental, emocional e espiritual são hábitos importantes e que ao quais devemos dedicar tempo no ‘agora’, para evitar urgências no futuro”, comenta. Ela ainda exemplifica: “Investir na saúde, por exemplo, implica em mais qualidade de vida e menos tempo perdido. Se eu tenho uma boa saúde e me cuido agora, no futuro não vou precisar procurar um médico com urgência porque infartei”, explica. “É um exemplo bem extremo, mas que dá o tom de como as coisas funcionam quando não encontramos tempo para aquilo que, de fato, é importante”.

E quando não é fácil encontrar tempo para si, Tayná relembra as dicas dadas anteriormente: “É sempre melhor ter tempo para si preventivamente! Encaixar isso na nossa agenda e encarar como um compromisso. Fazer academia, por exemplo, é algo necessário para a sua saúde? Então reserve o horário no planejamento diário e faça disso um compromisso inadiável”, sugere. E ela fala por experiência própria: “Eu procurava gostar de fazer atividade física, encontrar prazer naquilo, mas era apenas um fardo. Quando passei a encarar os exercícios como uma forma de conquistar algo – no meu caso, saúde e disposição para estar com a minha família -, virou um compromisso que eu vou, me dedico e fim”, explica. Colocar até os menores compromissos pessoais na agenda faz a diferença – desde o horário das atividades físicas até o lembrete de ligar para um amigo. “Assim não nos esquecemos de fazer essas coisas e não deixamos de cuidar de nós mesmos e das pessoas que amamos”.

“Gerir o tempo, na verdade, é gerir a nós mesmos. Eu tenho o mesmo número de horas no dia que qualquer outra pessoa – o que eu vou fazer com elas é que faz a diferença”, encerra Tayná.

Tags: , , ,

Comentários fechados.